Persona Viagens

Um novo jeito de descobrir o mundo

Dica de viajante: Peru e Chile

O Bruno Sanghikian, nosso cliente, fez, junto com seu primo Rafael, uma viagem inesquecível pelo Peru e pelo Chile, conhecendo maravilhas como Machu Picchu e o Deserto de Atacama. Confira o relato do Bruno sobre as aventuras dessa dupla:

A viagem de ida a Cusco foi longa e um pouco cansativa, pois tivemos duas escalas e em uma delas tivemos que fazer o check-in novamente. Mas como estávamos empolgados com a viagem, nem ligamos para isso. Logo em nossa chegada a Cusco, deixamos nossas coisas no hotel que, por sinal, é muito bom, e fomos conhecer a cidade. Muita coisa nova e muita história naquele lugar.

No dia seguinte, fizemos um passeio pelo Vale Sagrado, passando por algumas cidades e conhecendo algumas cidades incas que existem naquela região. Enfim, paramos em Urubamba e passamos a noite no hotel La Hacienda, excelente hotel também. Éramos somente nós de hóspedes naquela noite, mas logo na manhã seguinte seguimos viagem até a estação de Ollantaytambo, onde pegamos o trem para Machu Picchu.

Hotel La Hacienda del Valle

Águas Calientes é uma cidade pequena, mas bem acolhedora, cheia de turistas de todos os cantos do mundo. O hotel El Mapi é excelente e recomendamos a todos que queiram visitar a cidade. Tem todo um intuito sustentável, destacado pelo restaurante, que é muito bom também. No dia seguinte, subimos a Machu Picchu de ônibus e encontramos com o nosso guia, que era neto de inca, e nos explicou cada pedacinho daquela imensidão de pedras. Chegar e ver aquela cidade, que foi descoberta há pouco mais de 100 anos e onde não houve nenhuma influência da colonização católica, é fascinante. Realmente pudemos ter certeza de tudo aquilo que ouvíamos daquele lugar. Machu Picchu emana uma energia diferente. Quando você chega e vê tudo aquilo, ouve a história, costumes e rituais que os incas ali faziam, é de arrepiar.

Hotel El Mapi

A viagem para Puno foi bem tranquila. Fomos de van com o receptivo. A cidade é bem simples, o povo vive basicamente da pesca e do turismo. O lago Titicaca é imenso e em muitas partes do lago não se vê o outro lado, dando a impressão de um oceano. No nosso passeio fomos conhecer as Ilhas Flutuantes. São ilhas feitas de raízes de plantas aquáticas e os povos que vivem nelas são totalmente auto-sustentáveis, produzindo tudo aquilo que eles necessitam para sobreviver ali mesmo nas ilhas. E eles comercializam os produtos através do escambo, tudo à base de troca, não utilizando e nem dependendo de qualquer dinheiro ou das pessoas de Puno. Muito interessante mesmo. Entramos nessas ilhas e lá eles nos explicaram como construíam e como viviam.

Chegando em Arica fomos direto pegar o carro e de lá para o hotel. Ficamos de queixo caído quando vimos o hotel, pé na areia, com três piscinas. Passamos aquele dia na piscina e tomando pisco sour.

Hotel Arica

No dia seguinte, partimos logo cedo para San Pedro de Atacama. A estrada é totalmente diferente do que já tínhamos visto aqui no Brasil ou em outros lugares do mundo. Pegamos desde “desertão” até estrada litorânea, com falésias e muitas pedras. Era esse o nosso intuito quando escolhemos alugar um carro para essa viagem. San Pedro de Atacama, com certeza, além de Machu Picchu, é um lugar que recomendamos a todos um dia conhecer. Fechamos todos os passeios como uma preparação/aclimatação para a altitude para podermos subir no vulcão no último dia, mas não deixamos de conhecer os pontos turísticos também. Fizemos um passeio noturno em que fomos a um observatório astronômico. Lá tive a melhor aula de astronomia que já tinha tido até então; o céu é inacreditável. Nunca tínhamos visto tantas estrelas juntas. Nessa palestra, nos explicaram sobre a rotação da terra, posicionamento das estrelas, cores das estrelas. Sim, era possível distinguir as cores das estrelas a olho nu. Nos mostravam as constelações… Fascinante!

Hotel La Casa de Don Tomás

Agora, a subida ao vulcão foi sensacional. Foi muito difícil, pensamos em desistir várias vezes, mas fomos persistentes e concluímos a subida em 4h30. Com muita neve e muito sol. Mas chegar ao cume da montanha foi realmente emocionante. Fomos nós dois com três guias. E lá de cima a vista é de outro mundo. De um lado, a Bolívia, com a Cordilheira dos Andes e vários lagos transparentes nos topos das montanhas, e do outro, o deserto, no Chile, que de cima, com o reflexo do céu, parecia um oceano, tudo azul. Não dava vontade de voltar. Quando você passa por esse tipo de situação, de limite extremo, depois de muito esforço físico e principalmente psicológico, você alcança o seu objetivo e vê aquela vista maravilhosa, que poucos, muito poucos conseguiram ver um dia. Você começa a refletir muitas coisas na sua vida e passa a dar valor a coisas que antes nunca foram tão importantes. Foi muito emocionante! A descida fizemos em uma hora e meia até a chegada no carro. Naquele mesmo dia, combinamos com os guias e a dona da agência de bebermos para comemorar a subida. Foi muito legal!

No dia seguinte, saímos cedo de San Pedro e tínhamos 1.800 km até Valparaíso. Rodamos 900 km, dormimos em Copiapó e no dia seguinte mais 900 km até Valparaíso. Passamos à tarde por Viña del Mar, com suas lindas praias e casas de alto padrão. Linda a cidade. Chegamos em Valparaíso à noite. A cidade é bem íngreme e nas ruas não passavam mais de um carro, então deixávamos o carro no hotel e fazíamos tudo a pé. De lá fomos para Santiago, passando por várias vinícolas no caminho. O hostel era muito bem localizado, a uma quadra do mercado central, na frente de um parque e em um das maiores avenidas de Santiago.

Resumindo tudo, a viagem foi perfeita. Com certeza, todos os lugares que visitamos vão ficar guardados.

[Texto e fotos: Bruno Sanghikian]

Anúncios

2 comentários em “Dica de viajante: Peru e Chile

  1. Aline Duprat
    16/11/2012

    Bem legal esse blog e a viagem parece ter sido fascinante! QUeria saber quanto tempo vocês tiraram pra fazer essa viagem e quanto desembolsaram?

    • Persona Turismo
      03/12/2012

      Que bom que você gostou, Aline! A viagem deles durou 3 semanas. Quanto aos custos, uma parte eles fizeram por conta própria e outra parte pela nossa agência. Se tiver interesse, podemos fazer uma cotação para você. É só enviar as datas e os destinos que você ta pensando em visitar para comunica@personaturismo.com.br. Aguardamos o seu contato!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Arquivo

Endereço

Rua Francisco Deslandes, 971 - Sala 512 - Belo Horizonte/MG - Brasil - 30310-530

Contato

+55 (31) 3264-1212 persona@ personaviagens.com

Compartilhe

Facebook Twitter More...

Twitter

Instagram

Instagram
%d blogueiros gostam disto: